Estudos e Práticas da Filosofia Buddhista

seminário bia bispo 044

Foi nesse clima alegre que aconteceu nosso encontro com Bia Bispo na CoMPaz. Na programação do seminário, realizado entre os dias 30 de janeiro a 01 de fevereiro, meditações e exercícios de respiração foram constantes. Vivências intensas, com exercícios de relaxamento, estudo sobre mantras,  respiração, visualização e preces a deusa Tara, mãe de todos os seres iluminados.

seminário bia bispo 001

A sempre acolhedora Casa Bio (com paredes de palha e barro) recebeu os participantes e foi o espaço onde aconteceu a maior parte das atividades e práticas do seminário. Almofadas, instrumentos musicais, objetos de memória e poder, imagens da deusa Tara, sons de passarinhos e de outros seres da mata, agradável cheiro de ervas e de incenso são alguns dos elementos que compuseram esse cenário mágico de busca da harmonia através do equilíbrio da mente no dia a dia, principal objetivo do encontro.

seminário bia bispo 015

Um dos desafios foi misturar os sons de percussão ao mantra “OM TARA TUTTARE TURE SVAHA”, praticado em elogio à Tara Verde, que ajuda a superar medos, alcançar desejos, fortalecer a busca da felicidade e eliminar sofrimentos.

seminário bia bispo 035

Bia Bispo foi presenteada com produtos da CoMPaz: os quadros de Regina, a boneca negra grávida feita pela Verinha, o Livro A menina Pequi – escrito por Shanti e sua mãe Kelly,  sacola do projeto “Horta de todos nós”, adesivos dos projeto “Abayomi ” e a camiseta do Ponto de Cultura Omorodê,  que vão acompanhá-la na viagem de volta à Índia.

seminário bia bispo 036

E nos despedimos da Bia Bispo com gratidão. Foi uma importante oportunidade para conhecermos melhor as práticas da meditação. De maneira gentil ela conduziu os estudos e as práticas, inclusive com as crianças, que tiveram também a oportunidade de aprender técnicas de respiração.

seminário bia bispo 056
Bia Bispo e Sara Elemojó
seminário bia bispo 052
Yashodhan e Bia Bispo

Anúncios

pAsSaNdO a LiMpO!

Namastê Odirê!  Leh, junho/julho 2014

Leh,junho/julho 2014

                                                              

Em Junho e Julho a Comunidade Morada da Paz – CoMPaz esteve em Leh- Índia renovando seus votos participando da iniciação Kalachacra representada pelas guardiãs da CoMPaz e da casa da Irmandade da 7ª Ordem Sara Jane (Elemojó); Djey (O-madê) e Sandra DSC03462(Tojú). A palavra kalachakra significa ciclos de tempo, e o sistema Kalachakra apresenta três desses ciclos – externos, internos e alternativos.

                  Os ciclos externos e internos lidam com o tempo como nós normalmente o conhecemos, enquanto que os ciclos alternativos são práticas para Estupasalcançar a liberação destes dois.  Kalachacra para os Budistas; Yo para os Bambaras; Exú para os Yorubas. O tempo, no budismo, é definido como sendo uma medida de mudança.

Tais mudanças são cíclicas visto que os padrões se repetem, embora os eventos de cada ciclo não sejam completamente idênticos. A um nível externo, o universo passa através de ciclos cósmicos, astronômicos, astrológicos e históricos. Ao nível interno, o corpo atravessa ciclos fisiológicos, muitos dos quais também produzem associados ciclos mentais e emocionais.

Fraternidade

                                                                                        

  Gratidão às Guardiãs desse novo  Ciclo em que a Comunidade Morada da Paz – CoMPaz e a Casa da Irmandade da 7ª Ordem se insere. Um Tempo de reverência! Gratidão. Sankofa. Solicitude. Silêncio. Devoção. Abnegação.

Chuva de Luz ao Povo Amoroso de Leh.

2014-07-08-Kalachakra-G07

Preparando as tintas para a mandala

2014-07-08-Kalachakra-G05

Tambores típicos da região.

2014-07-08-Kalachakra-G08

A Mandala do Kalachacra

2014-07-13-Kalachakra-G08

o estudo e Meditação dos lamas

2014-07-13-Kalachakra-G04

Soam as cornetas

2014-07-09-Kalachakra-G14

Danças Típicas

2014-07-10-Kalachakra-G11

Aproximadamente 140 mil pessoas

2014-07-09-Kalachakra-G16

Concentração

2014-07-09-Kalachakra-G12

Alegria

2014-07-09-Kalachakra-G05

Paz

pAsSaNdO a LiMpO!

Janeiro!

Um Coração Puro e Valoroso

Um Coração Puro e Valoroso

Namastê Odirê Lama Jigme Lhawang !

Em visita a Comunidade Morada da Paz – CoMPaz conhecemos mais um pouco da vida de devoção e amor ao próximo a partir do ponto de vista do budismo, uma das matrizes de orientação da Morada da Paz.  Lama Jigme Lhawang é um lama (guia espiritual) na Linhagem Drukpa do budismo Himalaico ordenado pelo líder e autoridade máxima da linhagem, S.S. Gyalwang Drukpa. Gratidão CoMPaz pela troca preciosa de saberes.Uma visita fraternaChuva de Luz CoMPaz!